A Televisão e Nossa Família

Por volta do final do século XX, 98% dos lares dos Estados Unidos tinham, pelo menos, um aparelho da televisão (Gordman, p. 2). A televisão está aqui para ficar. Qual então deveria ser e reação dos cristãos à televisão? Ela é inerentemente má? É um pecado assistir até mesmo os noticiários da TV? Quanto tempo deve um cristão gastar assistindo televisão? Estas são algumas das perguntas que deveriam levantar-se na mente de qualquer cristão consciencioso e piedoso.  Meu ponto de vista não é que a TV está completamente errada, como também o rádio e a internet. Contudo, parece-me que estar no mundo, mas não ser do mundo, perdeu sua distinção em muitos lares cristãos de hoje por relaxar a oposição com o mundo (1 Jo. 2:15). “Não ameis o mundo, nem as coisas que estão no mundo. Se algum homem ama o mundo, a amor do Pai não está nele”.


Baixe em formato padrão para eReader clicando aqui
Baixe em formato .mobe para Kindle clicando aqui.








2 comentários:

wesley lelo disse...

Muito bom.:) Continue a postar artigos. Agradeceria se postassem alguns sobre perseverança na fé.

Os Puritanos disse...

Ok, Wesley, atendido o seu pedido. Abraço!